Volta às aulas

Decoração Sala de Aula

Visualizações

 

História das Idéias Pedagógicas

17 de jul de 2011


Para sua Pesquisa:
GRANDES PENSADORES, biografia e pensamento de educadores que fizeram história, da Grécia Antiga aos dias de hoje, organizados por ordem alfabética de sobrenome
SISTEMA DE ENSINO, vários textos para sua pesquisa.
BIOGRAFIAS-Biblioteca Digital, página do Ministério da Educação "bem feitinha"! Vale a pena!

1- O PENSAMENTO PEDAGÓGICO ORIENTAL


LAO-TSÉ
A primeira Filosofia da Vida
Filósofo chinês nascido no norte da China, fundador do taoísmo, uma das religiões mais antigas e importantes da China. Também traduzido como Lao-tsé ou Lao-tzu, também pode ter sido um shih, isto é, arquivista, historiador e astrólogo na corte da dinastia Chou, a ele é atribuída a autoria do Daode Jing, o chamado Livro da razão suprema, a bíblia taoísta.
CONTINUA...  

TALMUDE
A EDUCAÇÃO DO POVO HEBREU
Começava em casa e continuava quando os filhos iam com seus pais aos cultos religiosos. No princípio o povo adorava no tabernáculo. mais tarde em sinagogas. Em todos esses lugares as crianças podiam aprender sobre os rituais (como ofertas e sacrifícios) e do ensinamento ministrado pelos sacerdotes. levitas ou rabinos. Além disso aprendiam sobre as Escrituras e sobre o que Deus (Javé) queria do povo judeu e sobre as festas anuais e festivais religiosos. Participando dessas práticas religiosas as crianças aprendiam não só sobre as tradições da nação, mas também sobre a atuação de Deus em suas vidas. As principais fontes de estudo para eles era a Bíblia (Torá) e o Talmude que contém os preceitos básicos da educação judaica. Moisés o grande condutor do povo a terra Prometida; recebeu a lavé (tábua com os Dez Mandamentos).A educação dos filhos começava por volta dos três anos, quando já sabiam falar: orações e cânticos eram aprendidos por repetição. Em casa, observavam os símbolos e práticas religiosas que propiciavam oportunidade de ensino. Os pais tinham responsabilidades definidas na educação. O pai ensinava religião, a história do povo hebreu e uma profissão. Também deveria ensiná-lo a nadar e era responsável por encontrar uma esposa para seu filho. À mãe cabia ensinar suas filhas a serem obedientes e esposas capazes.  Deviam ter boas maneiras e alto padrão moral. Segundo o costume da comunidade judaica, as meninas tinham oportunidades educacionais formais restritas e não lhes era permitido estudar a Lei. Não obstante, algumas tinham educação de alto nível em casa, aprendendo música, dança, leitura, escrita e a manejar pesos e medidas Nas famílias ricas, os filhos tinham tutores em casa.


2- O PENSAMENTO GREGO

SÓCARATES
A virtude pode ser ensinada, se as idéias são inatas?
Sócrates nasceu em Atenas por volta do ano 470 a.C. e, de acordo com o romano Cícero, "fez com que a filosofia descesse dos céus para a terra". Em outras palavras, ele conduziu a transição do pensamento dos antigos cosmologistas gregos, que viviam refletindo sobre a origem do universo, para preocupações maiores com a ética e a existência humana, adotando o famoso lema: "Conhece-te a ti mesmo". O filósofo não deixou nada escrito para a posteridade e quase tudo que se sabe sobre suas idéias e sua personalidade vem das obras de Platão, seu principal discípulo, e do livro Memorabilia, do historiador clássico grego Xenofonte. O problema é que esses dois autores eram cerca de 40 anos mais novos que Sócrates e só testemunharam mesmo a última década da vida do filósofo. "A atividade dele consistia em debater temas de filosofia, principalmente noções e conceitos morais.
PLATÃO
A Educação contra a alienação na alegoria da caverna
Platão foi o segundo da tríade dos grandes filósofos clássicos, sucedendo Sócrates (469-399 a.C.) e precedendo Aristóteles (384-322 a.C.), seu discípulo. Como Sócrates, Platão rejeitava a educação que se praticava na Grécia em sua época e que estava a cargo dos sofistas, incumbidos de transmitir conhecimentos técnicos – sobretudo a oratória - aos jovens da elite, para torná-los aptos a ocupar as funções públicas.
Platão defendia a idéia de que a alma precede o corpo e que, antes de encarnar, tem acesso ao conhecimento. Dessa forma, todo aprendizado não passaria de um esforço de reminiscência – um dos princípios centrais do pensamento do filósofo. 

ARISTÓTELES
A virtude está no meio termo
Aristóteles viveu entre 384 e 322 a.C., discípulo de Platão, foi um protótipo do pensador enciclopédico. Nada escapou de sua curiosidade e indagação. Ele freqüentou praticamente todos os ramos do que hoje convencionamos chamar de “saber” (e até fundou alguns deles): da vida dos animais à astronomia, do modo correto de produzir e de organizar as idéias até os segredos da eficácia de uma peça de teatro. Em Política, o filósofo grego ocupou-se em descrever as mais variadas formas de convivência humana sob um governo comum. Mais do que isso, ele também tenta responder a inúmeras indagações: quais formas de governo são as melhores? Por que ocorrem as revoluções? O que fazer para evitá-las? Que papel deve exercer a educação na melhoria dos cidadãos? Quais as características físicas e sociais de uma cidade ideal?

O professor do general

Nascido na Macedônia,Aristóteles foi tutor de ninguém menosque Alexandre, o Grande
3- O PENSAMENTO PEDAGÓGICO ROMANO

CÍCERO
A virtude está na ação
Estadista, orador e filósofo romano, Marco Túlio Cícero nasceu a 13 de janeiro do ano 106 a.C. em Arpino, Itália, e morreu em 7 de dezembro de 43 a.C. em Formia, Itália. Recebeu aprimorada educação, com os maiores oradores e jurisconsultos de sua época.
QUINTILIANO
Ensinar de acordo com a natureza humana
Quintiliano nasceu em Calahorra no ano de 35 e faleceu em Roma no ano 96. Foi professor de retórica, crítico literário e conceituado e advogado. Recebeu toda a sua educação em Roma, onde mais tarde abriu uma escola de Retórica. Foi o primeiro professor a ser pago pelo Estado. A única obra que chegou até aos nossos dias foi "Institutio Oratoria", um texto de doze volumes que primou sobretudo por ter sistematizado e compactado a tradição retórica até então conhecida.

4- O PENSAMENTO PEDAGÓGICO MEDIEVAL

A Teoria da Iluminação

Além de filósofo, Agostinho era um escritor primoroso, expoente da literatura em língua latina, o que pode ser confirmado principalmente pela leitura das suas Confissões, uma obra-prima. No entanto, infelizmente, mesmo lido em português, não se trata de um livro fácil para o leitor de hoje. Contraditoriamente, trata-se de uma obra de gritante atualidade.
Aspectos biográficos
CONTINUA...

0 comentários:

Postar um comentário